Rol taxativo de plano de saúde: entenda o que muda para o usuário

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) bateu o martelo e decidiu que o chamado rol de procedimentos dos planos de saúde é taxativo. Isso quer dizer que os planos de saúde não precisarão cobrir tratamentos e serviços médicos que não estejam na lista de coberturas obrigatórias da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O problema é que a lista da ANS é básica e não contempla muitos procedimentos como medicamentos aprovados recentemente, alguns tipos de quimioterapia oral e também cirurgias, tratamento para autismo e outras síndromes. E mesmo para procedimentos obrigatórios, poderá ser mais difícil obter na Justiça a garantia de pagamento por uso diferente daquele determinado pelas diretrizes de utilização determinadas pela ANS. Membro da comunidade autista, o apresentador Marcos Mion diz que há um desespero enorme por parte das famílias que contam com o tratamento diário. Na decisão do STJ, foram definidas exceções. A cobertura além da lista poderá ser autorizada se não houver tratamento similar no rol da ANS, mas não pode ter sido “expressamente indeferido" pela agência. Além disso, os consumidores precisarão de uma série de comprovações médicas para reivindicar a cobertura. No Ao Ponto desta sexta-feira, a repórter do GLOBO Luciana Casemiro comenta os efeitos da decisão e revela os impactos para os usuários de planos de saúde.

Publicado de segunda a sexta-feira, às 6h, nas principais plataformas de podcast e no site do GLOBO, o Ao Ponto é apresentado pelos jornalistas Carolina Morand e Roberto Maltchik, sempre abordando acontecimentos relevantes da atualidade. O episódio também pode ser ouvido na página de Podcasts do GLOBO. Você pode seguir a gente em plataformas como Spotify, iTunes, Deezer e também na Globoplay.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos