Roland Garros: Ymanitu Silva é vice-campeão em duplas de cadeira de rodas

Último brasileiro a competir em Roland Garros, Ymanitu Silva conquistou nesta sexta-feira (3) o vice-campeonato no torneio de duplas de cadeira de rodas da categoria quad. Ele e o americano Heath Davidson perderam a final para a dupla holandesa Niels Vink e Sam Schroder por 2 sets a 0 (parciais 6/2 e 6/2).

Elcio Ramalho, de Roland Garros,

Apesar da decepção com a derrota, Ymanitu valorizou a conquista inédita. Nesta segunda participação no saibro parisiense, ele deixa o torneio com uma recompensa valiosa para a carreira. “É um momento que eu levo para casa com muito carinho. Claro que gostaria de ter levado o título, mas fico feliz de ter chegado a uma final. Isso para mim é muito importante e mostra que o trabalho de todos esses anos, devagarinho, venho colhendo o que estou plantando”, disse após a partida.

Antes de encarar na final a dupla holandesa, cabeça-de-chave número 1, Ymanitu e Davidson venceram na fase semifinal a dupla formada pelo americano David Wagner e o britânico Andy Lapthorne, considerada favorita. A passagem para a final, jogando pela primeira vez em dupla com o americano Davidson, revelou o alto nível que ele vem buscando.

"Isto mostrou que a minha técnica no alto rendimento vem evoluindo desde 2019. Para chegar neste alto nível no tênis de cadeira de rodas como está hoje, exige muito trabalho e dedicação", afirmou.

A dupla holandesa foi campeã nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e vem conquistando vários troféus do circuito, o que aumentou o tamanho do desafio para o brasileiro e o americano.

Individual


Leia mais

Leia também:
"Realizei um sonho de criança”, diz tenista brasileiro de cadeira de rodas em Roland Garros

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos