Romário rasga elogios a Fred, do Fluminense: 'No auge, esteve entre os dez maiores artilheiros que vi'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

De um artilheiro para outro. Ninguém discute o talento e faro de gol de Romário, melhor do mundo em 1994, ano no qual comandou a seleção brasileira na conquista da Copa do Mundo dos Estados Unidos. E o Baixinho faz questão de ajudar a ninguém duvidar de Fred, que irá se aposentar no próximo dia 9, diante do Ceará, no Maracanã. A opinião dele é simples: o atacante do Fluminense está "entre os maiores" que ele viu jogar.

— Foi um dos maiores atacantes que tivemos no futebol brasileiro. Era um fazedor de gols nato, é inteligente, se posiciona muito bem. Finaliza como ninguém. Finaliza bem de pé e cabeça. Cara frio na hora da finalização — afirmou Romário, antes de dar mais uma opinião enfática sobre o atacante:

— Eu coloco o Fred, no auge da carreira, entre os dez maiores artilheiros que eu vi jogar no futebol brasileiro. Ele é bastante merecedor de tudo isso que está acontecendo. É realmente um dos grandes ídolos da história do Fluminense, como diz o presidente (Mário Bittencourt) — completou, ao Barba Cast.

Curiosamente, Fred quebrou dois recordes que pertenciam a Romário neste retorno ao Fluminense. Primeiramente, em 2021, marcou diante do Bragantino e se tornou o segundo maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro, superando o Baixinho. O líder é Roberto Dinamite.

Posteriormente, ao marcar diante do Vila Nova, já em 2022, o camisa 9 do Fluminense se tornou o maior artilheiro da história da Copa do Brasil de maneira isolada, deixando Romário para trás.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos