Romário se desentende com Paulo Rocha e senadores apartam briga: 'Não bota o dedo na minha cara'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Os senadores Romário (PL-RJ) e Paulo Rocha (PT-PA) se desentenderam nesta quinta-feira durante debate sobre a regulamentação das atividades dos profissionais de educação física. Outros senadores precisaram apartar a briga, diante dos ânimos exaltados e dos palavrões ditos por Romário, que se ofendeu depois de Paulo Rocha ter apontado o dedo em riste para ele.

— Não bota o dedo na minha cara — disse o ex-atleta, enquanto era afastado por Carlos Portinho (PL-RJ).

Nas imagens, é possível ver Paulo Rocha dizendo que Romário está causando intrigas em seu discurso e pede para que deixe de falar ao microfone. Romário disse que continuaria falando, já que "guerra é guerra". Em discordância, Rocha apontou o dedo indicador em direção ao rosto do ex-jogador, que reagiu.

Fachin: 'atentar contra a Justiça Eleitoral' é 'atentar contra a própria democracia'

Entenda: Diplomatas estrangeiros fazem teste em urna eletrônica no TSE, e Flamengo ganha eleição

— Não bota o dedo na minha cara não, que eu não te desrespeito. Para de graça que não joguei porra nenhuma contra ninguém. Vai fazer graça pra casa do caralho, que não é o fortão dessa porra — afirmou enquanto andava em direção a Paulo Rocha.

Ao GLOBO, Romário disse ter se sentido desrespeitado.

— Não tenho nada contra o Paulo Rocha e sempre buscarei o debate dentro das regras. Mas, ninguém vai colocar o dedo na minha cara e muito menos achar que vai ganhar no grito. Ao invés de usar o microfone para um debate às claras, como deve ser, ele resolveu colocar o dedo em riste e vir em minha direção defender o seu ponto. De resto é isso — disse.

A reportagem não conseguiu contato com Rocha.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos