Romário já gastou R$ 3,5 milhões com rádio e TV; Castro gastou R$ 4 milhões

Romário já gastou R$ 3,5 milhões com rádio e TV; Castro gastou R$ 4 milhões   REUTERS/Ueslei Marcelino
Romário já gastou R$ 3,5 milhões com rádio e TV; Castro gastou R$ 4 milhões REUTERS/Ueslei Marcelino

Dois candidatos do Partido Liberal - o mesmo do presidente Jair Bolsonaro - já gastaram cerca de R$ 7,5 milhões com campanha eleitoral para TV e rádio. Romário, atual senador, pagou R$ 3,5 milhões para inserções e programas - totalizando quase 5 mil segundos em ambas plataformas. Por segundo, conforme revelou a colunista Berenice Seara, o ex-atleta gasta R$ 711.

Já Cláudio Castro, candidato ao governo do Rio de Janeiro, pagou R$ 4 milhões pela campanha. O bolsonarista possui programa de 4 minutos e 51 segundos na TV.

PL teve aumento de 120% no número de candidatos

Até fim de agosto, o PL teve um aumento de 120% no número de candidatos registrados para as eleições de 2022. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a legenda passou de 721 candidatos em 2018 para 1.591 neste ano. Com isso, o PL é o partido com o maior número de pretendentes a vagas que estarão em disputa em outubro.

No total, o TSE já registrou mais de 28,8 mil candidaturas neste ano, valor inferior aos 29 mil de 2018. Os registros ainda serão analisados antes de serem deferidos ou indeferidos.

Em 2018, o PSL teve 1.543 candidatos, sendo o partido com maior número de registros (destes, 1.454 foram considerados aptos). A legenda, que se fundiu ao DEM, criando o União Brasil, soma 1.500 candidaturas neste ano, ocupando a segunda colocação entre os partidos com mais candidatos.

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)