'Ronaldinho está em choque e não entende o que aconteceu', diz advogado sobre documentos falsos

Brazilian retired football player Ronaldinho arrives to Asuncion's Prosecution to declare after his irregular entry to the country, in Asuncion, Paraguay, on March 5, 2020. - Former Brazilian football star Ronaldinho and his brother have been detained in Paraguay after allegedly using fake passports to enter the South American country, authorities said Wednesday. (Photo by NORBERTO DUARTE / AFP)

"Ronaldinho Gaúcho está chocado e ainda não entende o que aconteceu". Essa afirmação foi dada por um dos advogados do ex-jogador, Adolfo Marín, após o ex-craque prestar depoimento no Ministério Público do Paraguai, na manhã desta quinta-feira, sobre o porte de documentos falsos. O defensor disse, ainda, que o ex-meia do Barcelona está disposto a colaborar com as autoridades e responder a todas as perguntas tanto quanto ele pode saber.

No entanto, o advogado esclareceu que não há muitas informações com as quais o futebolista possa lidar, porque ele simplesmente pegou os documentos que lhe foram oferecidos quando chegaram e são considerados juntamente com as vítimas de seu irmão porque caíram no uso de passaporte falso e documento de identidade, quando "eles não precisavam fazê-lo. Ele poderia entrar sem problemas com seu passaporte e carteira de identidade brasileira. Ele não é especialista em documentos. Ele acreditaria que eles deram a ele esses documentos de cortesia, de forma honorária", disse o defensor.