Ronaldinho Gaúcho tem bens penhorados pela Justiça

Bens de Ronaldinho Gaúcho foram penhorados por dívida de pensão a ex-noiva do jogador.
Bens de Ronaldinho Gaúcho foram penhorados por dívida de pensão a ex-noiva do jogador. Foto: (Eko Siswono Toyudho/Anadolu Agency via Getty Images)

Uma ordem da Justiça impôs a penhora de parte dos bens do ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho, além do bloqueio de suas contas bancárias por causa de uma dívida que o craque tem referente ao pagamento de uma pensão para sua ex-noiva Priscilla Coelho. Desde 2019 correndo na Justiça, o processo não cabe mais recursos e tinha valor inicial de R$ 100 mil por mês. Agora, com juros e correção monetária, a quantia devida pelo ex-camisa 10 da Seleção Brasileira está na casa dos milhões.

Havia sido estipulado um prazo até o último dia 28 de junho para que R10 realizasse o pagamento da dívida, cumprindo a sentença ordenada pela Justiça, mas o jogador aposentado não o fez, o que causou o mando da penhora de parte de seus bens.

Leia também:

Priscilla, que alega ter sido noiva de Ronaldinho Gaúcho por seis anos, moveu o processo de pensão provisória em 2019 na 1ª Vara de Família do Rio. No fim do ano passado, o advogado de Priscilla comentou que não havia mais nenhum passo a ser dado por Ronaldinho: "Agora é pagar ou pagar".

Em novembro do ano passado, oficiais de justiça fizeram buscas por Ronaldinho Gaúcho que, mesmo estando no Rio de Janeiro no mês citado, o craque não havia sido encontrado, mas funcionários de um condomínio onde Ronaldinho Gaúcho mora, na Barra da Tijuca, contaram ao oficial de justiça qual era seu paradeiro.

Recentemente, Ronaldinho Gaúcho posou para fotos ao lado dos jogadores Lucas Moura, Emerson Royal e Richarlison, do Tottenham Hotspur, time inglês que disputa a Premier League, em um aeroporto na cidade de Londres.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos