Ronaldo Dimas promete fim do ICMS sobre cesta básica e auxílio de R$ 300 no Tocantins

Ronaldo Dimas está em segundo lugar na disputa eleitoral (Getty Images)
Ronaldo Dimas está em segundo lugar na disputa eleitoral

(Getty Images)

  • Ronaldo Dimas promete fim do ICMS sobre alimentos da cesta básica;

  • Candidato ao governo do Tocantins também quer oferecer auxílio de R$ 300;

  • Medida seria complementar ao Auxílio Brasil e focada na compra de comida e remédio.

A menos de duas semanas das eleições, o candidato ao governo do Tocantins pelo PL, Ronaldo Dimas, propôs criar um auxílio no valor de R$ 300, em complemento ao Auxílio Brasil do governo federal. O objetivo é ajudar a população a comprar comida e remédio.

Em propaganda eleitoral, o colega de partido de Jair Bolsonaro (PL) também prometeu reduzir o ICMS sobre os alimentos da cesta básica, da mesma forma “que aconteceu com a gasolina”, disse. “Assim como você, me espanto quando vou ao supermercado. Arroz, carne, ovo, leite, açúcar vão pagar menos impostos”.

Ao explicar a proposta, o candidato citou o trabalho em duas frentes: “Induzindo o desenvolvimento econômico, atraindo empresas e investimentos privados para gerar emprego, mas ao mesmo socorrendo os mais pobres dos problemas imediatos e da fome”, apontou. Segundo a Rede Brasileira Pensan (Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar), há mais de 280 mil pessoas passando fome no Tocantins.

No último sábado (17), Dimas voltou a falar em propostas para a economia durante uma caminhada pelo comércio de Tocantinópolis, região do Bico do Papagaio. Ele também sugeriu educação integrada com qualificação profissional, de forma a ampliar a geração de emprego.

“No nosso governo vamos fazer com que médias e grandes indústrias tenham incentivo para operar aqui e gerar mais emprego. Isso envolve um programa sólido que a gente sabe como fazer. Conceder crédito tributário desde a implantação até a fase de operação é uma estratégia que vamos fazer e que dará muito certo", concluiu.

De acordo com a última pesquisa do Ipec (ex-Ibope) no estado, Dimas está em segundo lugar, com 17% das intenções de voto. Quem lidera a disputa pelo governo é Wanderlei Barbosa (Republicanos), com 40%.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: