Ronaldo entrega camisa do Cruzeiro para guitarrista do Iron Maiden

Gestor do Cruzeiro, Ronaldo encontrou Adrian Smith no último final de semana. Foto: (Reprodução/Instagram)
Gestor do Cruzeiro, Ronaldo encontrou Adrian Smith no último final de semana. Foto: (Reprodução/Instagram)

No Brasil para a participação no Rock in Rio e outros shows pelo país, o guitarrista do Iron Maiden, Adrian Smith, se encontrou com Ronaldo Fenômeno, gestor do Cruzeiro, no último final de semana em uma quadra de tênis em São Paulo.

Em uma publicação feita no perfil de Givaldo Barbosa, proprietário do complexo esportivo onde Ronaldo disputou partidas de tênis com o músico, Givaldo fez questão de registrar os momentos vividos e os presentes do Fenômeno para o casal: "Nathalie e Adrian Smith, grande prazer em receber vocês. Adrian, espero que tenha aproveitado a partida e espero ver você na próxima turnê. Nathalie, obrigado por sua bondade e por fazer este encontro possível, espero que gostem do presente. Ronaldo, você é o melhor de sempre! Obrigado por hoje! Inesquecível".

Leia também:

Ronaldo presenteou Adrian Smith e sua esposa, Nathalie Dufresne Smith, com camisetas do Cruzeiro e do Real Valladolid, clubes que são geridos pelo camisa 9 da conquista do pentacampeonato mundial em 2002, na Coreia do Sul e no Japão, além de lhes dar uma camiseta da Seleção Brasileira com o número 9 e seu nome às costas.

Ronaldo confia em Neymar para conquista do hexa

Para o camisa 9 do último título do Mundial com a Seleção Brasileira, Neymar será decisivo para o torneio e a torcida é para que seu extracampo seja abafado: "A Seleção vai ser favorita em qualquer competição. Pelo talento que temos. Essa Copa do Mundo não vai ser diferente. Mas se o Neymar tiver 100% fisicamente e focado, nessa Copa do Mundo vamos ter muita chance de trazer o caneco. Por isso, a gente torce tanto para que o Neymar segure no extracampo, para a gente chegar no Catar e ter união do povo brasileiro. Talvez esse futebol tenha a força de unir o povo brasileiro para comemorar alguma coisa. Deixar extracampo completamente de lado e que ele possa deixar tudo em campo. Ele é um craque, talvez um dos maiores da história do futebol brasileiro".