Roraima pede apoio em Brasília após Venezuela ameaçar cortar energia, mas não vê risco