Rosa Weber dá 24 horas para Câmara explicar manobras na aprovação da PEC dos Precatórios

·2 min de leitura

BRASÍLIA — A ministra do Supremo Tribunal Federal Rosa Weber determinou que a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados explique, em 24 horas, preste esclarecimentos sobre a aprovação, em primeiro turno, da PEC dos Precatórios.

Deputados de oposição protocolaram um mandado de segurança na Corte questionando o procedimento da votação, que autorizou que deputados que não marcaram presença no plenário, pudessem votar remotamente.

Segundo os parlamentares, a medida só foi aprovada por causa das manobras realizadas pelo presidente da Câmara, Arthur Lira. A PEC dos Precatórios foi aprovada por uma diferença de apenas quatro votos em relação ao total necessário. A emenda deverá ser votada em segundo turno na próxima terça-feira.

Em despacho encaminhado ao presidente da Câmara, a ministra do STF pediu que sejam enviadas explicações sobre o tema.

"A fim de instruir os autos em epígrafe, solicito a Vossa Excelência, no prazo de 24 horas, as informações que repute pertinentes", decidiu a ministra sobre o pedido feito pelos deputados.

A PEC dos Precatórios é uma das votações mais importantes para o governo. A mudança na Constituição parcela o pagamento das dívidas judiciais do governo e flexibiliza o teto de gastos. O espaço será utilizado para o pagamento de um auxílio temporário de R$ 400 para os beneficiários do Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família. O pagamento ocorrerá apenas até o final de 2022, ano eleitoral.

Além disso, o espaço também permitirá o pagamento das chamadas emendas de relator, verbas destinadas por deputados para suas regiões mas sobre as quais não há transparência nas indicações. Nesta sexta-feira, também em decisão da ministra Rosa Weber, o STF determinou a suspensão "integral e imediatamente" da execução das emendas de relator, prática que ficou conhecida como "orçamento paralelo" devido à falta de transparência sobre os responsáveis pelas indicações e as justificativas para os repasses.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos