Rosane Collor, ex-primeira-dama, tem dívidas de R$ 36 mil

Rosane Collor. Foto: José Cordeiro/AERIO - A ex-primeira-dama Rosane Brandão Malta, ex-mulher de Fernando Collor de Mello, está com com o nome sujo na praça, apesar de negar que tenha qualquer dívida. No entanto, deve R$ 36.031, a maior parte dessa dívida se refere a uma pendência financeira com um fundo de investimentos, o PCG Brasil Multicarteira, no valor de R$ 24.031, reclamada em 4 de dezembro de 2008.

Leia também:
Rosane confirma que ex-presidente praticava rituais de magia negra
Rosane Collor acusa Fernando Collor de ter mentido

Os outros R$ 12 mil são devidos a uma empresa de serviços de Maceió, cobrados judicialmente no dia 13 de maio de 2009, conforme consta em registro no 2 Cartório de Protestos de Títulos e Letras da capital alagoana.

Nos dois casos, ela contraiu as dívidas ainda quando assinava Rosane Malta Collor de Mello. No último domingo, ela ressurgiu ao conceder uma entrevista ao "Fantástico", da Rede Globo, na qual revela que Fernando Collor realizava rituais de magia negra na Casa da Dinda, a residência oficial do casal em Brasília em seus tempos de presidente, entre 1989 e 1992, ano em que ele teve seu mandato cassado pelo Congresso l. Rosane cobra do ex-marido uma pensão maior. Hoje, ganha R$ 18 mil.

- Quem vive com salário mínimo, amém. Se ganham 20 mil, amém. As pessoas lutam para ter o melhor. O que não é justo é eu receber R$ 18 mil de uma pessoa que é ex-presidente, senador da República, dono de rádios, jornal. Quero receber uma pensão de acordo com o que ele recebe. Tenho uma casa enorme para manter e consegui, com muito sacrifício, que ele pagasse o jardineiro e o segurança. Ando até hoje num carro Gol, que meu pai me deu de presente. Fernando impediu que eu trabalhasse, nunca permitiu que, mesmo após eu me formar em Administração, eu trabalhasse. Vou lutar enquanto tiver forças - disse.

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias