Rota migratória mantém-se ativa entre a Polónia e Bielorrússia apesar da segurança apertada

A rota migratória, que atravessa a fronteira entre a Polónia e a Bielorrússia ainda está ativa, apesar das medidas de segurança cada vez mais apertadas. Segundo representantes da Guarda da Fronteira, desde que o muro foi construído, o número de pessoas que tentam atravessar ilegalmente diminuiu, mas nos últimos dias as tentativas voltaram a aumentar. As organizações que trabalham na fronteira entre a Polónia e a Bielorússia estão preocupadas com o próximo Inverno.

Nós, e outras organizações que operam na fronteira entre a Polónia-Bielorrússia, [recebemos] entre várias dezenas a várias centenas de convocatórias, de pedidos de ajuda, todos os meses.

Para além dos que estão a tentar chegar à Europa, há uma série de pessoas dadas como desaparecidas há meses. A coordenação das buscas é uma tarefa complicada.

Há várias dezenas de vidas humanas; várias dezenas de famílias com medo, assustadas e à procura. Entre as pessoas que atravessam a fronteira Polónia-Bielorrússia há mais de 80 nacionalidades e locais de origem.

Há alguns dias, o corpo de um homem desaparecido foi encontrado num rio. Foi identificado e enterrado na Polónia. O Inverno está a chegar e as condições nas florestas à volta da fronteira estão a tornar-se cada vez mais difíceis.