Roupa de Janja exalta o papel da mulher e mostra que moda é política

O presidente do Brasil Luiz Inacio Lula da Silva e a esposa Rosangela, a
O presidente do Brasil Luiz Inacio Lula da Silva e a esposa Rosangela, a "Janja" da Silva, no Palácio do Planalto durante a posse em 1 de Janeiro de 2023 (Foto: EVARISTO SA / AFP via Getty Images)

Por Rener Oliveira (@reneroliveira)

Quando a roupa deixa de ser apenas uma vestimenta, começamos a falar sobre moda. As escolhas das aparições públicas dos políticos nos falam muito sobre como o futuro governo irá se relacionar com a nação. Moda é comportamento, referências, afirmação e história. E isso tudo, a primeira-dama Janja vem fazendo muito bem.

Tivemos a missão de bordar com palha, um material bem diferente das linhasdiz uma das bordadeiras responsáveis pela roupa de Janja

Essa relação com a moda nacional é curiosa quando falamos em um país que ainda respira o eurocentrismo de consumo. Afastando-se dos estereótipos enraizados sobre uma ostentação internacional de looks grifados, Janja além de flertar com a moda brasileira, defende a ideia de indústria e levanta a bandeira de que a moda não é futilidade, mas reflexo dos tempos.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Assim como em seu casamento em maio de 2022 com o presidente Lula, durante a posse Janja repetiu a escolha da estilista Helô Rocha e as bordadeiras do Seridó norte-riograndense, da cidade de Timbaúba dos Batistas. Os bordados dessa vez aparecem em delicadas aplicações em palha, trazida de Pirangi, litoral potiguar, em um terno com tom de dourado em crepe de seda vintage e tingido naturalmente com caju e ruibarbo. Foram cerca de seis semanas de trabalho.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Para Valdineide Dantas, que representa o grupo de bordadeiras como presidente da Cooperativa das Mãos Artesanais de Timbaúba dos Batistas, vem sendo um trabalho muito gratificante assinar as produções ao lado de Helô Rocha pela visibilidade que traz para os trabalhos manuais que sustenta uma cidade com pouco mais de 2.400 habitantes.

“O processo criativo da roupa da posse da Janja foi muito inovador e diferente, tivemos a missão de bordar com palha, um material bem diferente das linhas 100% algodão ou algodão com poliéster misto como estamos acostumadas. Ficamos felizes com o trabalho orgânico e harmonioso que fizemos em formato de folhas e arabescos. É muito gratificante ver nossos trabalhos sendo reconhecidos internacionalmente. O mundo inteiro viu tanto o vestido do casamento quanto da posse”, comemora a artesã.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Lugar de mulher é onde ela quiser!

O presidente Luiz Inacio Lula da Silva, sua esposa Janja da Silva, o vice-presidente Geraldo Alckmin e sua esposa Maria Lucia Ribeiro Alckmin (Lu Alckmin) durante posse no Palácio do Planalto em Brasília, 1 de janeiro de 2023 (Foto: Adriano Machado/Reuters)
O presidente Luiz Inacio Lula da Silva, sua esposa Janja da Silva, o vice-presidente Geraldo Alckmin e sua esposa Maria Lucia Ribeiro Alckmin (Lu Alckmin) durante posse no Palácio do Planalto em Brasília, 1 de janeiro de 2023 (Foto: Adriano Machado/Reuters)

Para o segundo momento no prédio do Itamaraty, Janja surge com um look plissado, resultado da parceria entre a marca Neriage e Helô Rocha, que foi composto por saia, body e uma terceira peça. Tudo feito à mão.

Presidente Luiz Inacio Lula da Silva se emociona em festa da posse ao lado de Janja em Brasília, 1 de janeiro de 2023 (Foto:CAIO GUATELLI / AFP via Getty Images)
Presidente Luiz Inacio Lula da Silva se emociona em festa da posse ao lado de Janja em Brasília, 1 de janeiro de 2023 (Foto:CAIO GUATELLI / AFP via Getty Images)

Observar que Janja foge das tradicionais vestimentas ligadas ao feminino nos mostra que a comunicação não verbal é eficaz quando falamos sobre o lugar da mulher na política e direitos igualitários. Se em outros tempos tivemos uma primeira-dama definida como “bela, recatada e do lar”, podemos acreditar que novos horizontes chegaram no sentido de liderança feminina e protagonismo dentro da sociedade.

Para a ocasião , apenas estilistas mulheres foram cotadas e a escolha se estende também à vice-primeira-dama, Lu Alckmin, que foi vestida por modelo exclusivo da Glória Coelho.

Desde sua entrevista para o "Fantástico", da TV Globo, usando uma camisa de seda nacional da Misci, marca pilotada por Airon Martin, Janja deixou claro que pretende estreitar os laços e fomentar roupas com impactos positivos e narrativas atuais sobre o Brasil.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Nunca se viu tanto interesse pelas roupas de uma figura pública quanto vemos agora. Sabendo do poder da sua imagem e alcance para elevar jovens estilistas e designers, Janja será uma peça fundamental para que possamos entender e consumir uma moda feita por criativos potentes e que não se limitam apenas em vender roupas.

Como estão sendo os primeiros dias do governo Lula?