Rui Costa: Lula marca reunião com governadores para o próximo dia 27

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, disse nesta quarta-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) terá uma reunião com todos os governadores no próximo dia 27. Segundo ele, o encontro será importante para retomar a relação entre União, estados e municípios, enfraquecida durante a gestão de Jair Bolsonaro.

Desde a campanha eleitoral, Lula diz que um de seus primeiros atos seria realizar esse encontro. O presidente já indicou que quer receber propostas de investimento de cada unidade da federação.

— Está marcado, dia 27, haverá reunião com governadores aqui no Palácio do Planalto. Ele (Lula) vai fazer antes uma viagem a um estado brasileiro. Será o primeiro ato antes da viagem para a Argentina. E depois terá a reunião com governadores dia 27 (de janeiro). Estamos definindo qual será o estado, vendo possibilidades de agenda — disse Rui Costa, pouco antes da posse da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

Rui Costa disse ainda que o primeiro encontro serviria para "traçar diretrizes" da relação federativa.

— A pauta é o retorno das relações federativas da União com estados e municípios, que ficou paralisada por todos esses anos. Mas nós vamos institucionalizar o fluxo. A ideia é que o governo tenha reuniões regulares com governadores e prefeitos para dar capilaridade às políticas de governo e buscar maior eficiência de governar. Num país federativo, o governo federal buscará pactuar essas ações, essas políticas, até porque se falar, por exemplo, de Educação, qualquer eficácia plena de política, você pactua com quem está na ponta, ou não acontece. Saúde idem. Infraestrutura idem. Combate à pobreza idem. Então, em todas essas ações, é que preciso que estejamos alinhados.

A partir da primeira reunião, a expectativa do ministro é que os estados levem os projetos prioritários para que o governo federal para dar suporte.

— Não haverá pontos específicos neste momento. Será para iniciar as relações federativas e para discutir o modus operandi do fluxo das relações e como vai ser essa relação. Tem muitos governadores que não viveram aquele momento (governos do PT) em que o governo se reunia com os governadores. Então, não sabem muito como funciona.

Rui Costa disse ainda que fará uma reunião preparatória, por região, com representantes dos estados e o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

— Queremos estabelecer um fluxo de reuniões por temas. Então terá o tema da Saúde pública, pactuar uma série de procedimentos, ouvir os governadores. A nossa sugestão é que possam se reunir antes e tragam uma proposta para não ter 27 opiniões em um dia.