Rui Costa nega desconforto com ministra e diz não ver materialidade em elo com miliciano

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Casa Civil, Rui Costa (PT), afirmou nesta quarta-feira (4), que não há "nenhuma materialidade concreta" no elo da ministra do Turismo, Daniela Carneiro (União Brasil), com a família de Juracy Alves Prudêncio, o Jura, condenado e preso sob acusação de chefiar uma milícia na Baixada Fluminense.

Rui Costa também negou que essa situação tenha gerado desconforto ao governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mas ponderou que, se "surgirem novas coisas, aí é outra história".

"Não tem até aqui nenhuma outra repercussão, nenhuma materialidade concreta sobre nada que crie nenhum tipo de desconforto até o momento. Se surgirem coisas novas, aí é outra história. Mas até aqui não tem nada que provoque nenhum tipo de desconforto, não", afirmou

Como revelou a Folha de S.Paulo, o grupo político da ministra do Turismo, Daniela Carneiro (União Brasil), e de seu marido, o prefeito de Belford Roxo, Waguinho (União Brasil), mantém há ao menos quatro anos vínculos com a família do ex-PM Juracy Alves Prudêncio, o Jura.

Daniela teve o apoio da ex-vereadora Giane Prudêncio, mulher de Jura, nas eleições de 2018 e do ano passado.