Russo Sberbank amplia inteligência artificial, revela segundo supercomputador

·1 min de leitura

Por Alexander Marrow

MOSCOU (Reuters) - O banco russo Sberbank revelou um segundo supercomputador e atualizações de inteligência artificial (IA) como parte das ofertas de serviços digitais, disse o diretor de tecnologia David Rafalovsky à Reuters na quarta-feira.

O maior banco da Rússia está investindo mais serviços não bancários, como sistemas de tecnologia. Nesta quinta, revelou o Christofari Neo, seu segundo supercomputador, para atender à demanda por inteligência artificial.

O supercomputador foi batizado em homenagem ao primeiro cliente do banco há 180 anos, Nikolai Christofari.

O banco, ao lado de outras empresas russas, incluindo Yandex e Tinkoff, está desenvolvendo um ecossistema de serviços além de seu negócio principal, algo que diz ser necessário para combater o encolhimento das margens.

O banco central russo disse que os bancos criem reservas adicionais se os investimentos em ecossistemas excederem 30% de seu capital total, mas uma decisão final ainda não foi tomada.

"Não estamos limitados em termos de capacidade de investimento, em termos de capital", disse Rafalovsky. "Estamos investindo mais agora (do que há um ano). Nossos investimentos em infraestrutura e produtos básicos de TI aumentaram."

O Sberbank, propriedade majoritária do governo russo, tem ativos de 36,8 trilhões de rublos (521,5 bilhões de dólares) e valor de mercado de cerca de 113 bilhões de dólares.

O presidente-executivo, German Gref, disse na terça-feira que o Sberbank estava planejando expandir sua oferta digital em outros países europeus, enquanto Rafalovsky insinuou que o desmembramento de ativos digitais seria possível com o tempo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos