Ryan Reynolds abre o jogo sobre problemas com pai e ansiedade

·2 minuto de leitura
TODAY -- Pictured: Ryan Reynolds on Thursday, December 12, 2019 -- (Photo by: Nathan Congleton/NBC/NBCU Photo Bank via Getty Images)
Ryan Reynolds durante participação em programa de TV, em 2019 (Photo by: Nathan Congleton/NBC/NBCU Photo Bank via Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Ryan Reynolds falou sobre os seus problemas com ansiedade e insônia em entrevista recente

  • De acordo com ele, os problemas foram motivados por problemas familiares ainda na infância

  • “Nessa indústria nós meio que tendemos a isso [ansiedade], porque estamos sempre projetando o futuro”, disse o astro

Ryan Reynolds abriu o jogo sobre os seus problemas com ansiedade e insônia durante entrevista ao podcast ‘SmartLess’. De acordo com o astro de "Deadpool", recém-chegado ao Universo Cinematográfico Marvel, os problemas foram motivados por problemas familiares ainda na infância

“Começou quando eu era criança. A casa na qual cresci não era horrível no grande esquema das coisas se você comparar com a infância de outras pessoas, mas o meu pai (James Chester) não era uma pessoa tranquila para se estar por perto”, lamentou o astro. “O meu pai era uma mina terrestre ambulante."

Leia também:

"Tipo, você nunca sabia quando ia pisar no lugar errado e ele acabaria explodindo. Então prever o futuro é meio que o fundamento da minha ansiedade. Não dá para prever o futuro, então você passa a viver nesse cenário do que não sabe o que vai acontecer”, analisou o ator, hoje aos 44 anos.

Apesar dos problemas causados pela ansiedade, o marido de Blake Lively hoje consegue ver um lado positivo no problema. "Vejo a ansiedade como uma espécie de combustível, às vezes para a criatividade, mas também tem as suas nuvens, leva a lugares sombrios. Sou grato à minha ansiedade porque ela me levou a evoluir e soube usá-la a meu favor", disse.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Mas ele admite que os efeitos negativos são vários - principalmente na hora de dormir. “Há muita insônia associada, muitas notas sem dormir nas quais você fica acordado pensando incessantemente em tudo, fica difícil desligar o cérebro. Foi quando comecei a buscar ajuda na meditação e em outros lugares para retomar o meu foco”, acrescentou.

Pai de três filhas, o ator ainda acredita que a sua profissão de ator faz com que ele se torne uma pessoa ansiosa. “Nessa indústria nós meio que tendemos a isso [ansiedade], porque estamos sempre projetando o futuro”, refletiu o astro.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos