Ryan Reynolds revela experiência traumática na TV coreana: "Horrível"

Ryan Reynolds na pré-estreia do filme
Ryan Reynolds na pré-estreia do filme "Spirited" no Alice Tully Hall, Lincoln Center, em 7 de novembro de 2022 em Nova York. (Foto: Rob Kim/WireImage)

Muito antes "The Masked Singer" estrear no Brasil, Ryan Reynolds já havia vestido a fantasia de unicórnio para se apresentar na versão da Coreia do Sul do programa de TV. Entretanto, a experiência foi considerada como um momento traumático na vida do ator.

A ideia de participar da atração surgiu em 2018, quando Reynolds estava promovendo mundialmente o filme "Deadpool 2". “Eu tenho feito esse trabalho há muito tempo, e quando você faz essas turnês internacionais, você começa a pensar: ‘Qual é o show mais estranho que podemos fazer?'”, explicou entrevista ao programa "Today".

Quando o artista conheceu a proposta do programa, competição musical disputada por famosos disfarçados, sabia que seria a forma perfeita para chamar a atenção do público. “Isso foi antes de 'The Masked Singer' estar nos Estados Unidos”, disse o astro. “Eu disse: ‘Senhor, vamos fazer esse show. Temos que fazer esse show.'”

“Na época, nenhum ocidental havia participado do programa antes, então foi uma grande surpresa quando perdi a máscara”, contou o marido da atriz Blake Lively.

Com a máscara de unicórnio, Reynolds cantou "Tomorrow", do musical "Annie", mas acabou se arrependendo da ideia nos bastidores. “O que é louco é que eu estava realmente no inferno. Quando eu estava lá, eu fiquei tipo, ‘Por que eu me inscrevi para fazer isso? Isso é horrível! Isso é realmente horrível!'”, relembrou. “Eu nem conheço essa música, não sei como fazer isso. Foi traumático.”