São Caetano do Sul pede cadastro de criança para vacina antes do governo de SP

·2 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 16.11.2022 - Vacinação contra a Covid-19 na UBS Santa Cecília, região central de SP. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 16.11.2022 - Vacinação contra a Covid-19 na UBS Santa Cecília, região central de SP. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A prefeitura de São Caetano do Sul (ABC) começou a convocar os pais de crianças entre cinco e 11 anos para o pré-cadastro no site VacinaJá antes da liberação do sistema pelo governo de São Paulo.

Uma publicação no perfil do órgão no Instagram, desta segunda-feira (10), diz que é obrigatória a apresentação do CPF da criança tanto no cadastro quanto na vacinação.

A medida foi tomada antes de o governo de São Paulo anunciar as regras para a vacinação deste público-alvo. Alguns internautas comentaram o post e questionaram as exigências.

Em nota, o município afirmou que o pré-cadastro no site VacinaJá está aberto para pessoas de todas as idades e que o formulário exige o CPF.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde afirmou à reportagem, o pré-cadastramento das crianças de cinco a 11 anos ainda será liberado. O sistema, que está em fase final de adaptação, valerá para todos os 645 municípios de São Paulo.

Além disso, o procedimento não será obrigatório. "Quem não fizer o pré-cadastro não precisa se preocupar, pois a vacinação também será feita mesmo sem ele, com realização do cadastro completo presencialmente na unidade de vacinação", diz a pasta.

"As primeiras etapas do planejamento estadual foram a confecção das carteirinhas de vacinação e o desenvolvimento do plano de logística de distribuição dos imunizantes", completa o texto.

Na mesma publicação, a prefeitura de São Caetano do Sul explica que divulgará a estratégia de vacinação assim que receber as doses.

Sobre a obrigatoriedade do CPF para a criança, o município orientou a população a emiti-lo nos Correios ou nas agências da Caixa Econômica e do Banco do Brasil.

No dia 16 de dezembro de 2021, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou o uso do imunizante da Pfizer-BioNTech na população de cinco a 11 anos de idade.

De acordo com o Ministério da Saúde, a previsão é que o primeiro lote com 1,2 milhão de doses pediátricas da vacina da Pfizer desembarque no Brasil nesta quinta-feira (13), no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (a 93 km de SP). A distribuição seguirá o critério populacional.

No estado de São Paulo, que possui 20,73% da população na faixa entre 5 e 11 anos, a vacinação está prevista para iniciar na segunda-feira (17).

O avanço da variante ômicron no país reforça a necessidade de vacinar as crianças o quanto antes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos