São Gonçalo deverá ganhar em breve um novo batalhão da Polícia Militar

·2 minuto de leitura

O município de São Gonçalo que completou 131 anos de emancipação nesta quarta-feira, deverá ganhar em breve um novo batalhão da Polícia Militar. O anúncio partiu do governador Cláudio Castro, que participou do lançamento do Plano Estratégico Novos Rumos, elaborado pela prefeitura e que detalha a aplicação dos recursos oriundos do leilão de concessão dos serviços da Cedae. O Batalhão do Choque II, será construído no bairro de Neves, no espaço ocupado pela Corregedoria da Polícia Militar.

— São Gonçalo é muito grande para ter um batalhão só. A nova unidade vai funcionar em Neves. Ontem (terça-feira), batemos o martelo que esse espaço receberá o Batalhão do Choque II — disse o governador.

O município que já possui um batalhão, o 7º BPM, e também conta com o São Gonçalo Presente, com 120 homens, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Ordem Pública. O prefeito Capitão Nelson, que recentemente havia solicitado ao governador a ampliação do programa, comemorou a chegada de mais um batalhão.

— Até 1985, tínhamos dois batalhões da PM em São Gonçalo. Após a saída de um deles, o 7º BPM passou a cuidar de toda a cidade. A população não para de crescer e o efetivo do 7º é de quase 600 homens. Desde a minha época de deputado, eu venho conversando e explicando que aqui temos uma área enorme a ser patrulhada e que necessitávamos de um outro batalhão — destacou o prefeito.
Durante a mesma solenidade, o governador anunciou ainda que, na próxima sexta-feira (24), vai liberar os recursos para a implantação do Restaurante Popular de São Gonçalo, que será instalado no Alcântara. Já o secretário de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Matheus Quintal, também presente no evento, informou que a cidade terá dois Cafés Populares, com a oferta de mil cafés por dia em cada unidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos