São Gonçalo retoma aplicação da segunda dose da CoronaVac

Larissa Medeiros
·2 minuto de leitura

SÃO GONÇALO – A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo divulgou, neste domingo , dia 2, a retomada da vacinação, na segunda -feira, 3, com novas doses da vacina Coronavac, que tem faltado em diversos municípios do Rio devido ao atraso do Ministério da Saúde. A informação foi publicada após a chegada de doses extras da vacina ao estado. Segundo a secretaria municipal, a previsão é que a nova remessa chegue a 3.260 doses até amanhã.

De acordo com a secretaria estadual de Saúde, uma parte das doses recebidas pelo estado na sexta-feira, 30, foi entregue ao município de São Gonçalo ontem, 31, e a outra parte será entregue hoje. A cidade também afirma que imunizará pessoas que tomaram a vacina astrazeneca há mais de 12 semanas e a Coronavac há mais de 21 dias.

Poderão se vacinar a partir de amanhã, munícipios com mais de 54 anos que tenham comorbidades, grávidas com comorbidades, idosos com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde da linha de frente de qualquer idade e profissionais da saúde com mais de 35 anos.

Entretanto, o município frisa que a vacinação com as novas doses da Coronavac acontecerá, das 8h às 17h, em apenas em seis postos do município. São eles: polos sanitários Washington Luiz, no Zé Garoto; e Hélio Cruz, em Alcântara; além dos drive thru da Umpa de Nova Cidade, Clube Mauá, no Centro; Centro de Tradições Nordestinas, em Neves e Cras de Vista Alegre.

Já para a vacinação com o imunizante Astrazeneca, o planejamento segue normal nos doze pontos de vacinação, tanto para a primeira dose quanto para a segunda dose para quem já tem 12 semanas de vacinado.

– Segunda-feira (3) e terça-feira (4): idosos a partir de 60 anos, pessoas com comorbidades a partir de 54 anos, grávidas com comorbidades, profissionais de saúde a partir de 35 anos e trabalhadores da saúde da linha de frente de qualquer idade

– Quarta-feira (5) e quinta-feira (6): idosos a partir de 60 anos, pessoas com comorbidades a partir de 53 anos, grávidas com comorbidades, profissionais de saúde a partir de 35 anos e trabalhadores da saúde da linha de frente de qualquer idade

– Sexta-feira (7) e sábado (8): idosos a partir de 60 anos, pessoas com comorbidades a partir de 52 anos, grávidas com comorbidades, profissionais de saúde a partir de 35 anos e trabalhadores da saúde da linha de frente de qualquer idade