São Luís enfrenta primeiro dia de bloqueio total das atividades

JOÃO PEDRO PITOMBO

FOLHAPRESS - A capital do maranhão, São Luís, vive nesta terça-feira (5) o primeiro dia de lockdown -bloqueio total das atividades- para restringir a circulação de pessoas e evitar a disseminação do novo coronavírus.

Além da capital, as medidas valem para as cidades vizinhas de Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar, que também ficam na ilha de São Luís. A decisão foi tomada pelo Poder Judiciário do Maranhão na última quinta-feira (30) e acatada pelo governo do estado.

O decreto, com prazo de dez dias, prevê a suspensão de todas as atividades não essenciais. As exceções são os serviços de alimentação, supermercados, farmácias, portos e indústrias que trabalham em turnos de 24 horas.

Os bancos e as agências lotéricas abrirão somente para o pagamento do auxílio emergencial, salários e benefícios sem lotação máxima nesses ambientes, com organização de filas.

Também está proibida a entrada e saída de veículos da ilha de São Luís. A exceção são caminhões, ambulâncias, atividades de segurança e veículos transportando pessoas para atendimento de saúde.

Carros particulares são autorizados a circular dentro das cidades apenas para compra de alimentos, medicamentos e para transporte de pessoas para atendimento de saúde, serviços de segurança ou considerados essenciais.

A circulação de pessoas em espaços públicos também foi limitada e o uso de máscaras nos locais públicos ou de uso coletivo passou a ser obrigatória.