São Paulo anuncia app que permite chamar a Polícia Militar e os bombeiros

·1 min de leitura
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 15.12.2021- O governador de São Paulo, João Doria (PSDB). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 15.12.2021- O governador de São Paulo, João Doria (PSDB). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo João Doria (PSDB) anunciou, nesta quarta-feira (5), aplicativos para chamar a Polícia Militar e os bombeiros em São Paulo.

Serão dois aplicativos, o "190 SP" e "Bombeiros Emergência 193". Para utilizá-los, é preciso fazer um cadastro com nome completo, telefone, email e CPF.

Após a validação, o cidadão já poderá informar ocorrência e conformar a localização para carros da PM ou dos bombeiros.

O aplicativo da PM permitirá registro de denúncias como violência doméstica, perturbação de sossego, alarme disparado e aglomerações. Um exemplo citado foi o do combate a pancadões.

A localização pode ser preenchida por meio do registrou ou por georreferenciamento do aparelho utilizado.

A partir de fevereiro, também será permitido o envio de até duas fotos, áudios e vídeos de até dez segundos para registro do fato denunciado.

No caso do app dos bombeiros, é possível fazer o acionamento para incêndios, parada cardiorrespiratória, afogamento, atropelamento e acidentes de trânsito.

O aplicativo dos bombeiros já pode ser baixado para Android e IOS. O da PM deve entrar no ar em breve.

As novidades foram apresentadas durante coletiva para medidas contra o coronavírus. No evento, o governo também anunciou a entrega de mais 3.100 armas de choque não letais para a PM, com 7.500 cartuchos.

Segundo a administração, as armas de incapacitação neuromuscular e acessórios custaram cerca de R$ 20 milhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos