São Paulo monta grupo de trabalho para estudar mototáxi por aplicativo

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

A Prefeitura de São Paulo criou um grupo de trabalho para estudar o uso de motos para fazer transporte remunerado de passageiros na cidade. A composição do comitê foi publicada hoje (10) no Diário Oficial.

O grupo deverá elaborar estudos a respeito da segurança do meio de transporte, do cumprimento das legislações existentes e do conforto dos usuários.

Notícias relacionadas:

A coordenação do grupo será feita pelo secretário municipal de Transportes e Mobilidade Urbana, Alexandre Trunkl. Também compõem a comissão, o secretário executivo da pasta, Gilmar Pereira Miranda, e o diretor do Departamento de Transportes Públicos, Roberto Cimatti.

Na última sexta-feira (6), o prefeito Ricardo Nunes editou um decreto suspendendo, temporariamente, o uso de motos no transporte de passageiros por aplicativo. Como embasamento da medida, o texto lembrou que o plano de metas da capital paulista prevê a redução do índice de mortes no trânsito.

No dia anterior, a Uber havia colocado em funcionamento na cidade o sistema que permite a solicitação de corridas para transporte de passageiros por motos através do aplicativo.

A reportagem da Agência Brasil entrou em contato com a Uber, mas ainda não obteve resposta.