São Paulo registra maior ocupação de leitos de UTI desde início da pandemia

ALINE MAZZO
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O estado de São Paulo registrou o maior número de pacientes de Covid-19 internados em UTIs (unidades de Terapia Intensiva) desde o início da pandemia. Segundo o secretário-executivo do Centro de Contingência do Coronavírus, João Gabbardo, 6.410 pessoas estão em leitos intensivos. No pico da pandemia, segundo o secretário de estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, o estado havia registrado 6.257 pacientes em UTIs. "Ultrapassamos um numerário histórico", disse. Para Gabbardo, o número pode representar que os pacientes estão ficando mais tempo na UTI, o que representa um aumento de gravidade no quadro dos pacientes que estão sendo internados. Diante do aumento da ocupação de leitos, o comitê fez um lista de recomendações extraordinárias, além das que já contam do Plano São Paulo, que estão sendo analisadas pela gestão João Doria (PSDB) e devem ser anunicadas na coletiva da próxima quarta-feira. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (22), em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi (zona oeste de SP).