São Paulo volta à fase vermelha a partir de segunda

O Globo
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO — O estado de São Paulo voltará à fase vermelha nesta segunda, 12. A medida deve durar até 18 de abril. As informações foram divulgadas nesta sexta pelo governo do estado.

— Avançamos para a fase vermelha do Plano São Paulo. O esforço feito começa a tomar resultado. Tivemos avanços importantes na contenção da pandemia em São Paulo — disse o vice-governador, Rodrigo Garcia.

Na prática, a maior diferença entre as fases emergencial, atualmente vigente, e a vermelha é o retorno presencial das aulas. Considerada serviço essencial por um decreto do governo do estado, as aulas podem ocorrer com 35% da capacidade dos alunos em sala na fase vermelha, mas não na emergencial. Desde o início da emergencial, a educação estadual, privada e particular entraram em um recesso obrigatório por 15 dias.

O toque de recolher, das 20h às 5h, deve ser mantido pelo governo, uma vez que ainda haverá intensificação da fiscalização de festas clandestinas que ocorrem nas madrugadas.

Segue proibido na fase vermelha o atendimento presencial em bares e restaurantes. Shoppings, comércios, salões de beleza, barbearias e academias também estão proibidos de abrir.