Série A: após um turno, quem tem mais chances de título, Libertadores e rebaixamento

Metade do Campeonato Brasileiro já passou e é hora dos torcedores começarem a fazer as contas para os objetivos de seus clubes. Para facilitar, a Bola de Cristal do GLOBO e Extra indica a pontuação necessária para ser campeão, ir à Libertadores e ser rebaixado, além da probabilidade cada time na competição.

Palmeiras, Corinthians, Fluminense, Atlético-MG, Athletico e Flamengo fazem parte do G6, enquanto Fortaleza, Juventude, Atlético-GO e Cuiabá integram o Z4.

Briga pelo título

O Palmeiras é o líder da competição com 39 pontos, seguido por Corinthians (35), Fluminense (34), Atlético-MG (32), Athletico (31) e Flamengo (30). A probabilidade de título do alviverde é de 51,5%, contra 17,4% do Tricolor carioca, 15% do Timão, 4,4% do Rubro-negro, 4,3% do Furacão e 3,6% do Galo.

De acordo com os cálculos do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o time que fizer 74 pontos terá menos de 1% de chance de não conquistar o campeonato e com 84, o título é garantido.

Para chegar no tão sonhado 'número mágico', o Palmeiras precisa 12 vitórias dos 19 jogos restantes, ou seja, somar mais 36 pontos. Já Corinthians, Fluminense e Atlético-MG terão que fazer mais 40, 41 e 43, respectivamente. Se quiser repetir o feito do Galo no ano passado e vencer o Brasileirão com 84 pontos, a equipe de Abel Ferreira precisará ganhar 15 partidas.

Comparando desde 2012, o time que foi campeão brasileiro com maior número de pontos foi o Flamengo de Jorge Jesus, em 2019, com 90. Em contrapartida, o rubro-negro carioca, em 2020, foi a equipe que conquistou a taça com a menor pontuação final, 71.

Disputa pela Libertadores

Na disputa pela Libertadores, o Palmeiras disparou e chegou a marca de 97,6% de chances de ir à competição no ano que vem. Segundo as estatísticas da UFMG, 65 é a pontuação ideal para garantir matematicamente a vaga no campeonato da Conmebol. Contudo, em 2017 e 2021, Flamengo e Bragantino, respectivamente, se classificaram com 56 pontos.

Desde 2016 o Campeonato Brasileiro passou a dar seis vagas para a Libertadores ao invés de quatro e isso consequentemente diminuiu a 'nota de corte' para os clubes irem à competição internacional. É sempre bom reiterar que o G6 pode acabar se tornando um G9 dependendo dos títulos da Copa do Brasil, Libertadores e Sulamericana.

Flamengo, Athletico, Atlético-MG, Fluminense e Corinthians já ultrapassaram 50% de chances se classificarem para a Libertadores. O Fortaleza, que chegou nas oitavas de final da competição neste ano, praticamente não tem mais possibilidade de retornar na próxima temporada.

Luta contra o rebaixamento

Na parte de baixo da tabela, a briga também será boa na segunda metade da competição, visto que dois pontos (22 a 20) separam o Coritiba, 13º colocado, do Cuiabá, 17º e primeiro time na zona de rebaixamento. Fortaleza, Juventude e Atlético-GO completam o Z4.

Segundo a ferramenta, 50 pontos é o número mágico para escapar da tão temida Série B. Contudo chegando aos 46, a porcentagem de queda é menor que 1%.

Nos últimos anos, o time que conseguiu se livrar do rebaixamento com a menor pontuação foi o Ceará em 2019, que somou 39 pontos. Na temporada passada, o Juventude escapou com 46 — o maior número desde 2012.

O caso do Fortaleza é muito preocupante, já que desde 2006 o time que virou o turno como lanterna jamais escapou do rebaixamento. Além disso, o Leão do Pici precisaria triplicar sua pontuação para chegar aos 45 pontos e ficar com menos de 1% de chance de ser rebaixado. A probabilidade do time de Vojvoda cair para segunda divisão é de 75%.

O Atlético-GO possui 68,1% de risco de queda e precisa de 10 vitórias para respirar tranquilo na tabela. Já Cuiabá e Juventude possuem 32,6%% e 67,1% de chances de cair para Série B, respectivamente.

A 20ª rodada da Série A começa neste sábado com Ceará x Palmeiras, na Arena Castelão, e Goiás x Coritiba, Estádio da Serrinha, ambos às 16h30 e só termina na segunda-feira, com Santos x Fluminense, na Vila Belmiro, às 20h.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos