Série documental do Globoplay mostra a história dos atletas olímpicos que conquistaram a medalha de ouro em Tóquio

·2 minuto de leitura

Você sabia que nossa gigante Rebeca Andrade pensou em desistir de ser ginasta por causa de uma lesão? De momentos delicados como esse ao alívio e sorriso dos atletas que suaram para se tornarem campeões olímpicos, as histórias dos nossos medalhistas de ouro definitivamente emocionam. E os detalhes por trás dessas conquistas das últimas Olímpíadas são contados a partir desta quinta, na série documental “É ouro — O brilho do Brasil em Tóquio”, que estreia no Globoplay.

São oito episódios no total, sete sobre os campeões, mais um extra com a skatista Rayssa Leal, que levou a prata no Skate Street. Junto da trajetória de Isaquias Queiroz, Rebeca abre o especial hoje. E, a cada semana, mais dois ficam disponíveis na plataforma.

— A escolha de Rebeca pra abrir foi natural, por ela ter sido a única a conquistar duas medalhas nesta edição (um ouro e uma prata). Ela chegou num patamar aos Jogos e saiu muito maior de lá. É tocante ver a mãe e o técnico dela contando quando a Rebeca decidiu parar de competir, após a terceira lesão grave no joelho — avalia o diretor Rafael Pirrho.

Já sobre Hebert Conceição, por exemplo, Pirrho destaca que sua medalha “inesperada’’ tem tudo a ver com passagens anteriores de sua vida:

— O episódio dele é um dos mais divertidos. Ele lutava jiu-jítsu, mas chegaram na academia precisando de alguém para disputar o brasileiro de boxe. Perguntaram se ele tinha coragem de entrar. Ele aceitou, mas morrendo de medo.

Outros destaques da série

Encontro de surfistas

O episódio de Ítalo Ferreira traz o momento do encontro dele com Gabriel Medina, que havia perdido o bronze, no hotel logo depois da conquista.

Velejadoras em família

O doc de Martine Grael e Kahena Kunze mostra a relação delas desde a adolescência, além de imagens da infância.

Bola e samba no pé

Imagens mostram um pagode da seleção masculina de futebol com a seleção feminina em Tóquio.

Mestre de Isaquias

Imagens da relação emocionante entre ele e o técnico espanhol Jesus Morlan, que morreu em 2018, vítima de um câncer no cérebro. No episódio, há uma entrevista com o treinador, feitas meses antes de ele morrer, na qual ele “previa” ao menos uma medalha de ouro. Há imagens também dos primeiros treinos deles, em 2013.

O amor de Ana Marcela

O episódio da nadadora mostra os bastidores da preparação e os bilhetes trocados com a namorada no Brasil. A volta por cima após não se classificar para os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, e o papel da família nesta retomada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos