Símbolo de revitalização do centro do Rio, VLT para por 2 horas por tiroteio

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Um dos principais símbolos da tentativa de revitalização do centro Rio, o VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos), espécie de bonde elétrico, parou de circular por duas horas na manhã desta quinta (23) por causa de um tiroteio.

A troca de tiros aconteceu no Morro da Providência. Também houve uma operação policial na Praça Mauá, endereço do Museu do Amanhã. Ambos ficam na região portuária, onde circula o bonde.

Segundo a PM, agentes que estavam em ação em ruas do bairro da Saúde foram recebidos a tiros por suspeitos e houve confronto. Ninguém foi preso até o momento.

A linha 1 do VLT, que liga o aeroporto Santos Dumont à rodoviária Novo Rio, ficou parada das 9h31 às 9h59, quando parte dela, que passa mais longe da Providência, foi reativada. O resto da linha voltou a funcionar às 11h27.

Esta é a segunda vez em um mês que o transporte é suspenso por causa de tiroteios. Na noite de 23 de fevereiro, parte do serviço também foi interrompido.