Sócios do São Paulo rejeitam propostas de mudanças no estatuto

SP - Sao Paulo - 07/10/2021 - BRASILEIRO A 2021, SAO PAULO X SANTOS - Torcida durante partida entre Sao Paulo e Santos no estadio Morumbi pelo campeonato Brasileiro A 2021. Foto: Ettore Chiereguini/AGIF
SP - Sao Paulo - 07/10/2021 - BRASILEIRO A 2021, SAO PAULO X SANTOS - Torcida durante partida entre Sao Paulo e Santos no estadio Morumbi pelo campeonato Brasileiro A 2021. Foto: Ettore Chiereguini/AGIF

A reforma estatutária do São Paulo não vai acontecer. Por 818 votos a 506, além de cinco abstenções, os associados do Tricolor rejeitaram as alterações no estatuto do clube. A votação aconteceu neste domingo (23). Ela era o último passo para a confirmação do novo estatuto, que já havia sido aprovada pelo Conselho Deliberativo.

A votação ocorreu entre 9h e 17h. O processo foi realizado nos Ginásios G1, G2 e G3, além dos drive-thrus instalados nos portões 12, 14 e 17. Na cédula de votação, os associados tinham as opções "Sim" (para aprovação da proposta), "Não" (para rejeição da proposta) e Abstenção.

Leia também:

Julio Casares, presidente do São Paulo, falou sobre o resultado da votação em suas redes sociais. Ele era um dos principais entusiastas da reforma estatutária.

- Como sempre em minha vida, saúdo a democracia. A reforma estatutária proposta por um grupo de 82 conselheiros não foi aprovada hoje na Assembleia Geral. Ou seja, deve-se seguir a vontade do sócio, sem que seja feita recontagem de votos ou impetradas ações na Justiça — isso sim seria uma tentativa de golpe. Parabenizo a todos que lutaram por seus ideais nas últimas semanas - com respeito, todas as opiniões são bem-vindas. Seguimos em frente o nosso trabalho, com muito afinco e acreditando no fazer o melhor para o nosso São Paulo Futebol Clube - escreveu.

- O São Paulo Futebol Clube ressalta que todo o processo foi desenvolvido com base em princípios democráticos, valorizando a participação dos associados nas decisões que envolvem o futuro do Clube. O respeito à democracia seguirá sendo um pilar para processos futuros, sempre em prol da melhoria do São Paulo - escreveu o São Paulo em seu site oficial.

As alterações no estatuto do clube foram votadas no Conselho Deliberativo em dezembro. Nela, os conselheiros aprovaram, entre outros tópicos, a reeleiçâo para presidente do São Paulo. Na ocasião, a votação, apesar de ter sido online, teve protesto dos torcedores no Morumbi.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos