Sósia 'zumbi' de Angelina Jolie condenada por postar fotos manipuladas sai da prisão no Irã

·2 minuto de leitura
Foto: Reprodução/Instagram

A influenciadora Sahar Tabar, de 19 anos, mais conhecida a sósia ''versão zumbi'' da atriz Angelina Jolie, saiu da prisão nesta quinta-feira após pagar fiança, no Irã. As informações são do portal americano Fox News.

Na última semana, Sahar, cujo nome real é Fatemeh Khishvand, tinha sido condenada a 10 anos de prisão por corrupção de jovens e desrespeito à República Islâmica, mas estava presa desde o final de 2019. Ela se tornou famosa por alegar ter feito mais de 50 cirurgias para se parecer com Jolie, porém, mais tarde, a influenciadora admitiu que a aparência horripilante, que teria sido resultado de procedimentos estéticos falhos, eram frutos de maquiagem e edição digital.

A jornalista e ativista dos direitos das mulheres Masih Alinejad escreveu no Twitter que Tabar foi libertada sob fiança, compartilhando um vídeo de uma reportagem local. Ela relatou que a pressão da mídia ajudou na libertação da jovem: "A adolescente iraniana que postou imagens fortemente distorcidas de si mesma na internet e foi condenada a 10 anos foi libertada após massiva pressão da mídia".

A jornalista já havia convocado a atriz Angelina Jolie para ajudar a libertar Tabar, alegando que a mãe da dela "chorava todos os dias para que sua filha fosse libertada". Ele ainda acusou o Irã de ''atormentar mulheres''.

De acordo com o jornal britânico Guardian, Sahar chegou a ter quase 500 mil seguidores no Instagram por conta de seu visual. Ela mostrava suas supostas transformações desde 2017. No entanto, os seguidores logo suspeitaram que o visual da adolescente era resultado de maquiagem, próteses e manipulação de imagem. A Justiça iraniana descreveu Tabar como "uma vítima com personalidade e estado mental anormais" que buscou "vulgaridade" nas redes sociais. Em outubro de 2019, a TV iraniana exibiu a confissão de distorção das imagens da jovem.