Saúde inclui bancários e funcionários dos Correios em prioridade para vacinação contra Covid

·1 minuto de leitura
Ministro Marcelo Queiroga

Por Pedro Fonseca

(Reuters) - O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira a inclusão de bancários e funcionários dos Correios nos grupos prioritários para a vacinação contra a Covid-19, no momento em que o país superou a marca de 50% da população acima de 18 anos com pelo menos uma dose de imunizantes contra a doença.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a inclusão das novas categorias entre as prioridades para vacinação foi possível mediante um momento epidemiólgico que aponta para uma redução dos óbitos e de casos em consequência do avanço da campanha de imunização no país.

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 79 milhões de pessoas foram vacinadas com a primeira dose, o que equivale a 50% da população acima de 18 anos (158 milhões), enquanto 28 milhões receberam as duas doses, o que representa 17% da chamada população vacinável.

Segundo o ministério, mais de 500 mil bancários serão vacinados contra a Covid. Não foi informado o número de empregados dos Correios.

Diversas cidades do país já vacinaram ao menos com a primeira dose todos os integrantes dos grupos prioritários e têm avançado com a vacinação por idade.

Na última semana epidemiológica, encerra no sábado, o Brasil registrou em média 50 mil casos novos de Covid-19 por dia, o menor patamar desde o fim de fevereiro. Mesmo assim, o país lidera o mundo em novas infecções atualmente, sendo responsável por um de cada 8 casos registrados no planeta.

O Brasil também é o segundo país com maior número de óbitos pela doença desde o início da pandemia, atrás somente dos Estados Unidos, e o terceiro em contagem de casos, abaixo de EUA e Índia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos