Sabatina de André Mendonça, indicado ao STF, será feita na semana que vem

·1 min de leitura
O indicado ao STF, André Mendonça (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
O indicado ao STF, André Mendonça (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
  • Alcolumbre confirmou que a sabatina de André Mendonça será feita na semana que vem

  • Indicação ocorreu há quatro meses

  • A data exata, porém, não foi confirmada

O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) confirmou que a sabatina de André Mendonça, indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), será feita na semana que vem. O parlamentar, porém, ainda não anunciou a data exata.

Alcolumbre é presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e Mendonça precisa passar por esta etapa no colegiado para depois ter o nome apreciado pelo plenário do Senado e, assim, seguir para o STF.

A indicação do presidente Jair Bolsonaro do nome de Mendonça ocorreu há quatro meses e Alcolumbre ainda não havia definido quando a sabatina iria ocorrer.

Bolsonaro apontou o nome de Mendonça para a vaga no Supremo deixada pelo ex-ministro Marco Aurélio.

O atraso gerou diversas tensões. No mês passado, o presidente da CCJ disse que não aceitaria "ser ameaçado, intimidado, perseguido ou chantageado".

"Tenho sofrido agressões de toda ordem. Agridem minha religião, acusam-me de intolerância religiosa, atacam minha família, acusam-me de interesses pessoais fantasiosos. Querem transformar a legítima autonomia do presidente da CCJ em ato político e guerra religiosa", disse o senador por meio de nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos