Sabor de história: conheça a casa de sucos mais antiga da cidade

·1 minuto de leitura
POLIS SUCOS 1.png

Carlos Eduardo Peixoto, o atual proprietário, é filho de um dos sócios fundadores, Eduardo Peixoto. É o herdeiro quem apresenta o episódio da série Sabor de história dedicado à Polis Sucos, mais antigo negócio em atividade na cidade voltado às frutas no copo. Na conversa com Rio Gastronomia, Peixoto, o filho, lembra que a aposta em um cardápio saudável começou em 1958, quando seu pai e outros sócios mudaram a especialidade do antigo Polis Bar. O italiano Salvador, um dos parceiros na empreitada, desenvolveu um modelo de liquidificador mais robusto, com peças de ferro e motor de enceradeira, usado até hoje no preparo dos sucos. No dia a dia da matriz, em Ipanema, a clientela vai da geração saúde e dos madrugadores a caminho do trabalho, pela manhã, à turma da boemia, passando pela galera na volta da praia.Orgulhoso, Carlos Eduardo entrega seus carros-chefes: - são os sucos de manga, mas tem que ser manga-espada, não serve a Tommy, não serve outra, e de fruta-do-conde, que é dificílimo de fazer – conta.Assista ao vídeo aqui:O Rio Gastronomia é uma realização do jornal O GLOBO com apresentação do Senac RJ e do Sesc RJ, patrocínio master do Santander, patrocínio de Naturgy e Stella Artois, apoio do Gosto da Amazônia, Água Pouso Alto e Getnet, e parceria do SindRio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos