Saiba como foi a treta de Ariadna e Pedro Scooby em Milão

·2 min de leitura
Anitta, Scooby e Ariadna em Milão (Foto: Reprodução/Instagram/@anitta)
Anitta, Scooby e Ariadna em Milão (Foto: Reprodução/Instagram/@anitta)

Primeira mulher trans a participar do "BBB", Ariadna Arantes está de olho em tudo que acontece na edição atual para defender com unhas e dentes sua amiga Linn da Quebrada.

Após Eslovênia e Rodrigo fazerem comentários transfóbicos nas primeiras horas de convivência com a atriz, Ari usou suas redes sociais para lamentar o ocorrido e entregar que já teve problemas aqui fora, pelo mesmo motivo, com outro brother: Pedro Scooby.

Em entrevista ao Yahoo, Ariadna revelou detalhes do desentendimento com o surfista. A treta aconteceu em Milão no ano de 2019, época em que ele namorava a cantora Anitta. "Quando a Anitta nos apresentou, ele perguntou se eu era trans e respondi que a palavra trans vinha de transição, que eu já tinha passado pela minha, que eu era uma mulher", iniciou a influenciadora.

Segundo Ari, Anitta saiu para dar uma entrevista e ela ficou no espaço com Scooby e outras convidadas no camarim. "Tinham duas travestis irmãs de santo da Anitta convidadas dela com a gente. E aí, em um momento, ele estava fazendo um Facetune, acho que com o irmão ou amigo que ele chamou de irmão, e falou: 'Aí, tô com 3 travecos aqui'. Aí na mesma hora eu levantei e falei: 'Traveco não, não me chama de traveco. Me respeita porque eu sou uma mulher", relatou Ariadna.

A ex-BBB conta que Pedro Scooby continuou no telefone e depois não se desculpou. Ela ficou chateada, pois todos os presentes passaram a acompanhá-la no Instagram, menos o atleta. "Lembro que os bailarinos o cabelereiro, todos começaram a me seguir no Instagram e ele não me seguiu. Mas eu realmente espero que de 2019 para cá ele tenha mudado, evoluído como pessoa e se conscientizado", desabafou.

Mesmo com o incômodo, Ariadna revela acreditar na mudança das pessoas. Ela diz que expor o que está acontecendo no "BBB 22" não é, necessariamente, "cancelar" os participantes. "Que pessoa de fé e espiritualidade seria eu se não acreditasse na mudança das pessoas, né? Porém, no 'BBB', sabemos que se expressar de qualquer maneira tem consequências. Só vendo o jogo pra saber", conclui.

Trans ou travesti?

De acordo com a psicóloga especializada em sexualidade e co-fundadora do Instituto de Psicologia e Sexologia Essência Rara (IPSER), Priscila Junqueira à VEJA, a definição aceita pela comunidade LGBTQIA+ sobre mulher trans é uma identidade feminina que está dentro da binariedade de gênero, ou seja, que se enquadra nas classificações homem e mulher.

Dentro da linha de identidade, é importante destacar que existem diferentes abordagens na comunidade LGBTQIA+. Mulheres trans podem se identificar como travestis ou não de acordo com a sua interpretação do termo. Isso significa que, para algumas, não há diferença entre as definições. Como é o caso da Fabiana, que traz um sentido diferente de Linn ao se declarar mulher trans e travesti.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos