Saiba como será a vacinação dos policiais em São Paulo

·2 minuto de leitura
SAO PAULO, BRAZIL - MARCH 21: Police take security measures as supporters of Brazil's President Jair Bolsonaro take part in a protest near the house of the Governor of Sao Paulo, Joao Doria against the measures he implemented to curb the spread of the coronavirus disease (COVID-19), in Sao Paulo, Brazil, March 21, 2021. (Photo by Cristina  Szucinski/Anadolu Agency via Getty Images)
O governo de São Paulo anunciou que irá vacinar os profissionais da área da segurança pública contra a Covid-19 a partir de abril. (Foto: Cristina Szucinski/Anadolu Agency via Getty Images)
  • SP irá vacinar profissionais da segurança pública a partir do dia 5 de abril

  • Serão cerca de 180 mil agentes da ativa entre PM, Polícia Civil, Agentes Penitenciários e Guardas Civis

  • Profissionais da Educação também serão vacinados a partir do dia 12 de abril

O governo de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (24), que começará a vacinar profissionais de segurança pública contra a Covid-19.

A previsão do governador João Doria (PSDB) é que sejam imunizados cerca de 180 mil profissionais da PM (Polícia Militar), Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Científica, Agentes de Segurança e Agentes de Escolta Penitenciária, além de Guardas Civis Metropolitanas Municipais.

Leia também:

O início da vacinação dos policiais vai começar em 5 de abril e priorizará profissionais da ativa. "São profissionais essenciais e estão diariamente expostos na rua aos riscos do vírus", afirmou Doria.

O secretário de Segurança Pública, general João Campos, classificou o anúncio como uma "benção" e destacou que, do início da pandemia do novo coronavírus até agora, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) já registrou a morte de 70 PMs da ativa pela Covid-19.

"Desses 70, 56% tinham idades entre 46 e 55 anos. Uma tragédia.", completou o secretário.

Vacinação em São Paulo

Até esta quarta-feira, o estado de São Paulo vacinou 4,98 milhões de pessoas contra a Covid-19. Entre eles, 3,7 milhões tomaram uma dose e outros 1,2 milhões já receberam as duas. Nesta manhã, o Instituto Butantan, que produz a Coronavac, entregou mais 2 milhões de doses ao Ministério da Saúde.

João Doria, (PSDB) Governor of São Paulo and Jean Gorenstein, during a press conference on measures to combat the Coronavirus, (COVID-19) this Wednesday, October 7, 2020 at the Palácio dos Bandeirantes in Sao Paulo, Brazil. During the press conference João Doria said that the Government of SP will test 19,300 students and professionals in Education for Coronavirus infection (Covid-19). (Photo: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA)(Sipa via AP Images)
O governo de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (24), que começará a vacinar profissionais de segurança pública contra a Covid-19 (Photo: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA)(Sipa via AP Images)

Atualmente, estão sendo vacinados idosos entre 72 e 74 anos. No próximo sábado (27), começará a imunização de idosos entre 69 e 71 anos.

Além dos idosos, já foram vacinados profissionais de saúde que estão na linha de frente de todas as idades. Também puderam ser imunizados médicos autônomos de mais de 60 anos.

Situação das escolas

O estado de São Paulo está na fase emergencial desde 15 de março. A medida vale, inicialmente, até 30 de março. Durante o período, as escolas estaduais tiveram o recesso adiantado e estão fechadas. A Secretaria de Educação recomendou aos municípios e às escolas particulares que seguissem a mesma medida.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos