Saiba o que foi destaque no Rio na manhã desta sexta-feira

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — O governo do estado do Rio anunciou que vai pagar, a partir desta sexta-feira, parcelas mensais de R$ 200 a famílias e trabalhadores prejudicados pelas medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19. O auxílio pode durar até 31 de dezembro, dependendo do avanço ou da retração do quadro da pandemia no estado. Veja abaixo outros destaques no Rio na manhã desta sexta-feira (26):

'Pior momento da pandemia'

O novo boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira pela Secretaria municipal de Saúde apontou que o Rio registrou na última semana o seu pior momento desde o início da pandemia de Covid-19. "Cada pessoa que parar nesses dez dias, menor é a chance de internar e se agravar", disse o prefeito Eduardo Paes, que participou do anúncio.

Caso Henry: operação mira mãe, pai e padrasto

Policiais da 16ª DP (Barra da Tijuca) cumpriram, no início da manhã, mandados de busca e apreensão em quatro endereços ligados ao engenheiro Leniel Borel de Almeida, à professora Monique Medeiros da Costa e Silva e ao médico e vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (Solidariedade). Eles são, respectivamente, o pai, a mãe e o padrasto de Henry Borel Medeiros, de 4 anos, morto na madrugada do último dia 8.