Saiba o que foi destaque no Rio na manhã desta terça-feira

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — Detalhes do novo depoimento de Thayna de Oliveira Ferreira trouxeram na manhã desta terça-feira revelações sobre o Caso Henry. A babá disse que, por medo, havia mentido na declaração dada em 24 de março, quando garantiu que o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, sua namorada, Monique Medeiros da Costa e Silva, e o filho dela, Henry Borel Medeiros, morto em 8 de março, viviam em harmonia. Ela afirmou que,"por ter visto o que Jairinho tinha feito contra uma criança, ficou com medo que algo também pudesse acontecer com ela própria". Abaixo, as notícias que também tiveram grande repercussão nesta manhã:

MAIS CASO HENRY

No novo depoimento à polícia, a babá Thayna afirmou, ainda, que a avó materna do menino, a professora Rosângela Medeiros da Costa e Silva, sabia das agressões sofridas por Henry.

COVID-19

A maior parte dos integrantes de um comitê científico criado pelo governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, defende "tratamento precoce" contra a Covid-19 com remédios sem eficácia comprovada.

'OPERAÇÃO CAIXINHA'

A Polícia Civil do Rio desencadeou, nesta manhã, uma megaoperação contra a maior facção criminosa de tráfico de drogas do estado do Rio. A ação, comandada pela Delegacia Especializada em Armas, Munição e Explosivos (Desarme), tem como objetivo asfixiar a chamada "caixinha" da quadrilha — valor em dinheiro que é utilizado, entre outras funções, para financiar, dentro das cadeias, integrantes do grupo que se encontram presos.