Saiba o que foi destaque no Rio na manhã desta terça-feira

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, anunciou que as forças de segurança do Rio de Janeiro vão ter prioridade no calendário de vacinação contra a Covid-19 em todo o estado. Já o prefeito do Rio, Eduardo Paes, afirmou que há a possibilidade de ampliar para professores, além de agentes de segurança, a vacinação sem seguir a faixa etária, depois que os idosos acima de 60 anos forem imunizados. Veja abaixo outros destaques no Rio na manhã desta terça-feira (30):

Volta da geosmina

Os cariocas voltaram a sofrer com o gosto e o cheiro ruins na água que sai das torneiras. De acordo com o último relatório de coleta feito pela Cedae, na semana passada, a concentração de geosmina/MIB foi a mais alta desde o início do ano: 0,515 micrograma por litro (μg/L). Ainda segundo o relatório, a concentração na água tratada, que efetivamente chega nas casas, registrou o segundo maior valor do ano, 0,183 μg/L. O recorde foi observado na semana anterior, no dia 18 de março, quando o valor chegou a 0,198 μg/L.

Escassez em hospitais

Unidades hospitalares do Rio e da Baixada já começam a registrar escassez de insumos para tratamento de Covid-19, relatam profissionais. Enfermeiros dos hospitais municipais Souza Aguiar e Salgado Filho denunciam problemas nas unidades.