Saiba origem dos apelidos do 'BBB 23': Cabrita, Cara de Sapato, Gaga e mais

Na casa do "Big Brother Brasil 23", o que não falta é apelido! Fred, por exemplo, se chama Bruno, e Cara de Sapato é Antonio. Ambos assumiram esses termos como nomes próprios e já foram apresentados assim ao público. Mas, conforme a intimidade no confinamento vai aumentando, outros codinomes surgem, ou são reafirmados pelos participantes. E para não deixar o público perdido, aqui vai um guia explicativo. Por que Ricardo virou Facinho? Por que Marília é Cabrita? E por que Bruno adicionou Gaga como sobrenome? Confira abaixo!

Cara de Sapato

Lutador, Antonio Carlos Coelho de Figueiredo Barbosa Júnior ganhou o apelido de um professor de jíu-jitsu que teve no Rio de Janeiro. "Ele era muito brincalhão e, uma vez, eu o chamei de 'queixo de faraó'. Logo em seguida ele falou: 'E o seu queixo que parece um sapato de bico fino?'. A galera começou a me chamar de 'Cara de Sapato' e pegou para sempre", contou ele em uma entrevista.

Fred

O jornalista esportivo Bruno Carneiro virou Fred ao entrar no canal "Desimpedidos". Por lá, a equipe achou que ele era parecido com o jogador Fred, que era do Fluminense. "Tudo começou com uma zoeira. E isso pegou com a audiência facilmente", explicou Fred no podcast "Pega essa ref". Até ele prefere o novo nome, mesmo a contragosto da mãe. "Com todo respeito aos Brunos, Fred é mais simpático e mais diferente", completou o brother ainda no mesmo podcast.

Gaga

Bruno já está sendo chamado na casa de Gaga, pois é assim que ele se apresenta nas baladas em Alagoas. A inspiração veio mesmo da cantora Lady Gaga, tanto pelo gosto musical como pela história de vida, segundo ele. "Eu me vi nela. Ela diz que nós nascemos assim, que temos de ser autênticos e ter personalidade. Antes, eu era ofuscado e reprimido. Eu sentia que tinha um negócio dentro de mim, mas não conseguia me soltar. E aflorou com ela", disse o brother ao site oficial do "BBB 23".

Facinho

Ricardo arrancou risada dos colegas de confinamento logo na rodada de apresentação, no primeiro dia de programa. "Meu apelido é alface, mas pode me chamar de facinho", disse ele, também aos risos. O que poderia ser uma cantada barata acabou pegando entre os amigos de reality, que continuam chamando o brother mesmo de Facinho. O alface, aliás, virou o emoji de sua torcida.

Cabrita

Até mesmo em seus workshops a maquiadora Marília Miranda se chamava de Cabrita. O emoji utilizado na torcida oficial também é o do animal. Pela casa, a potiguar se apresentou assim aos amigos. E a origem do apelido tem a ver com a sua risada.

Fop

Gabriel tem até como nome no Instagram "Vulgo Fop". É que as três letrinhas surgiram quando o paulista entrou em um jogo on-line com os amigos com a sigla "FOP2309". Ninguém entendeu por quê, mas desde então todos do grupo de amigos passaram a enviar para ele placas de carro iniciadas por "FOP", e até o cachorro da mãe do confinado recebeu esse nome. Quem contou a história foi um amigo do ex-casa de vidro ao site oficial do programa.

Guimê

No flow, esse é fácil. MC Guimê se chama Guilherme Aparecido Dantas e preferiu adotar uma abreviação para o nome artístico.

Princeso

O médico e fisioterapeuta Fred Nicácio etá sendo chamado de Princeso pelos brothers. A referência tem início em 2015, quando ele conheceu o seu marido, o dentista Fabio Gelonese, no carnaval carioca. Na ocasião, Fred estava usando uma fantasia de príncipe e deu a coroa ao rapaz. Fora da casa, a equipe do brother está usando o emoji de um homem negro com uma coroa na cabeça para identificar a torcida. Anos depois, Fred e Fabio tatuaram uma coroa no peito, logo abaixo do pescoço.