Saiba por que o brasileiro consome muito pouco vinho, ao contrário dos vizinhos e de outros países

·1 min de leitura

Por que o brasileiro bebe tão pouco vinho, apesar de produzir a bebida? Quem e por que consome o vinho no Brasil? Essas questões motivaram o professor e pesquisador Felipe Koch a realizar uma ampla pesquisa sobre o tema para sua tese de doutorado na universidade Paul Valéry III em Montpellier, no sul da França, como ele conta nessa entrevista à RFI, revelando algumas motivações dos hábitos de consumo brasileiros.

Para assistir a entrevista na íntegra, clique no vídeo na imagem principal

"O brasileiro consome em média menos de dois litros de vinho por ano", antecipa o pesquisador Felipe Koch. "Essa é uma média que continua estável há quase 20 anos. A interpretação que tirei da minha pesquisa é que, na verdade, nós temos uma imagem do vinho diferente e muitas vezes tentamos imitar uma imagem europeia que não se adapta ao modelo brasileiro. O que se percebe é que o vinho no Brasil não é uma bebida para a comida, para o restaurante ou para a festa. O vinho no Brasil é uma bebida para se tomar em casa, entre casais", revela.

Uma bebida "erótica"?

"Percebi entrevistando consumidores [no Brasil], uma noção compartilhada por produtores e por profissionais ligados ao marketing, que o vinho é aquela bebida que vem depois do jantar, quando as crianças já estão dormindo, para assistir uma série, esperar o sono chegar", diz. "Aquele momento em que o casal tem tempo para ficar a sós, e por isso esse componente erótico, um tempo privilegiado entre o casal", avalia Koch.

Vinho x Pandemia


Leia mais

Leia também:
Covid-19: Afetados pela perda do olfato, enólogos reivindicam "vacinação prioritária" na França
França declara 'desastre' agrícola após geadas danificarem 80% dos vinhedos
Sobretaxas para vinho francês entram em vigor nos EUA, às vésperas da posse de Biden

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos