Saiba quanto árbitro brasileiro embolsa para apitar Holanda x EUA pelas oitavas da Copa

A Copa do Mundo no Catar entrou nas oitavas de final, foi encerrada a primeira fase de grupos nesta sexta-feira. Na eliminatória das seleções de Holanda contra Estados Unidos, o árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio apita a partida. Além dele na competição Mundial, Raphael Claus também participou de um jogo na primeira rodada. Para trabalhar nos jogos, os dois receberam uma quantia em cada confronto apitado. Os valores, na Copa, variam de R$ 28 mil a R$ 56 mil dependendo do jogo. Até o jogo deste sábado, Sampaio já faturou cerca de R$ 112 mil ao apitar os jogos no Catar.

Wilton Pereira Sampaio, além do jogo deste sábado da seleção holandesa que venceu o primeiro tempo com 2 a 0 contra os Estados Unidos, comandou duas partidas na primeira fase. Raphael Claus participou de um jogo na primeira rodada da Copa. Na fase de grupos, o pagamento que os árbitros brasileiros receberam foi de 5 mil euros (em torno de R$ 28 mil) em cada jogo. Claus ganhou R$ 28 mil ao apitar o confronto entre Inglaterra e Irã e Wilton faturou duas vezes, ao apitar Holanda e Senegal e Polônia contra Arábia Saudita, tendo na conta bancária R$ 56 mil durante a primeira fase.

No mata-mata, das oitavas que começaram neste sábado até a grande final no dia 18 de dezembro, os ábitros que apitarem os jogos ganham dobrado em relação ao valor da fase de grupos, até 10 mil euros (R$ 56 mil) por jogo. Já os assistentes e quarto árbitros, ganham uma quantia um pouco menor, 2,5 mil euros (em torno de R$ 14 mil) em cada partida que aconteceu na fase de grupos e 5 mil euros (R$ 28 mil) nas disputas de mata-mata.

Árbitros de vídeo também estão faturando jos gosos. Os assistentes de vídeo das cabines do VAR ganharam 3 mil euros (R$ 16,5 mil) na fase grupos, em cada partida, e no mata-mata irão faturar 5 mil eruos (R$ 28 mil) nas disputas.

O Brasil também é representado na arbitragem, além dos dois assistentes, pelos quarto árbitros com Bruno Pires, Danilo Manis, Bruno Boschila, Neuza Inês Back e Rodrigo Figueiredo.