Saiba quanto a Meta gastou em 2021 com a segurança de Mark Zuckerberg

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Saiba quanto a Meta gastou em 2021 com a segurança de Mark Zuckerberg
Saiba quanto a Meta gastou em 2021 com a segurança de Mark Zuckerberg
  • Meta gastou mais de R$ 125 milhões com a segurança do CEO e de sua família;

  • Por dia, a Meta investiu cerca de R$ 343 mil para manter Zuckerberg a salvo;

  • A conta representa um aumento de 6% em relação a 2020.

A Meta, bigtech que controla o Facebook e o Instagram, gastou um recorde de R$ 125,5 milhões em segurança para Zuckerberg e sua família em 2021, de acordo com um registro da empresa na Securities and Exchange Commission (SEC). Em 2020, manter para manter o CEO a salvo, a empresa gastou cerca de R$ 116 milhões, e pouco mais de R$ 107 milhões em 2019 .

Por dia, a Meta pagou cerca de R$ 343 mil em 2021 em custos relacionados a Zuckerberg, incluindo a conta de segurança para proteger Zuckerberg e sua família e casas, mais R$ 46,66 milhões, ao longo do ano, com impostos pelo subsídio de segurança pessoal do CEO além de R$ 7,47 milhões por sua aeronave particular. A conta representa um aumento de 6% em relação a 2020.

Meta escreveu no documento que Zuckerberg é "sinônimo" da empresa, então qualquer sentimento negativo em relação à empresa volta- se para ele A empresa acrescentou que Zuckerberg é um dos executivos "mais reconhecidos" do mundo, em parte por causa da ampla base de usuários do Meta e em parte por causa de sua "exposição contínua à mídia global, atenção legislativa e regulatória".

Além dos custos relacionados a segurança do CEO, a empresa também gasta bastante com Sheryl Sandberg, COO da companhia. A segurança do executivo custou aos cofres da Meta quase R$ 42 milhões no ano passado.

Os valores desembolsados pela empresa são mais altos do que os praticados na indústria de tecnologia. De acordo com a StockApps, a Amazon gasta cerca de R$ 7,47 milhões por ano com a proteção de Jeff Bezos, enquanto o Twitter gasta cerca de R$ 298 mil com a segurança de seu CEO, Parag Agrawal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos