Saiba quanto custa - realmente - ter um carro

Pixabay

Está pensando em comprar um carro? Fique atento aos gastos. Além do valor do veículo propriamente dito, alguns custos podem pesar no orçamento sem que o dono conte com isso. É importante levar esses valores em conta antes de fazer novas dívidas. Confira abaixo alguns custos que podem aumentar o custo de seu automóvel.

1. Documentação

Marlon Costa/Futura Press

Ao adquirir um veículo novo ou usado, o consumidor deve arcar com os custos da documentação. Eles incluem taxas de transferência, multas (caso elas existam), DPVAT e IPVA, as taxas obrigatórias a pagar. Vale considerar o valor total antes de fechar negócio.

2. Seguro

Pixabay

A escolha de contratar ou não um seguro para o automóvel é do dono, mas é importante incluir esse tipo de custo na hora do planejamento. Dependendo do modelo escolhido, do ano e até do perfil das pessoas que irão dirigir, o valor pode aumentar consideravelmente.

3. Manutenção

Pixabay

Se a escolha for a de um carro usado, é importante fazer uma inspeção antes de fechar negócio. O consumidor pode, assim, evitar gastos com consertos e reposições de peças. É importante lembrar, no entanto, que esse tipo de custo pode acabar aparecendo pouco depois da compra. Opções importadas, por exemplo, podem ser vendidas por preços menores, mas os custos de manutenção podem acabar não compensando.

Aqui também entram gastos com a limpeza do veículo, uma espécie de despesa fixa.

4. Combustível

Pixabay

Considere a utilização do carro e o trajeto que você fará todos os dias, considerando os gastos com os combustíveis. Uma boa dica é procurar opções mais econômicas.

5. Opcionais

Pixabay

Vai comprar um carro novo? Calcule os custos dos opcionais do modelo. Itens como a pintura metálica podem encarecer o seu carro.