Saiba quanto o São Paulo fatura com shows no Morumbi

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Morumbi ficou lotado na terça para o show do Metallica (Igor Amorim/São Paulo) (Igor Amorim/São Paulo)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A volta dos shows internacionais ao Morumbi é sinônimo de bastante dinheiro para o São Paulo. O Blog apurou que cada dia de aluguel do estádio, como na última terça-feira, para a apresentação do Metallica, rende R$ 1,5 milhão.

O Tricolor ainda fica com 30% do valor total obtido com o consumo de bebidas e alimentos durante o show. Os cálculos preliminares do departamento de marketing apontam um lucro líquido superior a R$ 1,6 milhão, no total, com o evento de terça.

Leia também:

Tal receita é maior, por exemplo, do que a do clássico contra o Santos, válido pelo Brasileirão. Com pouco mais de 36 mil pagantes, o São Paulo ficou com pouco mais de R$ 1,1 milhão da renda, já excluindo todos os descontos.

Bons tempos: Vale lembrar que o recorde de faturamento do Morumbi foi em 2011, com receita líquida de R$ 29,6 milhões. Porém, com o fim dos shows, a queda no aluguel de camarotes, entre outros acontecimentos, o estádio passou a dar prejuízo.

Em 2020, foram R$ 2 milhões no negativo. Já no ano passado, R$ 4,4 milhões de déficit. Para mudar a situação, estão previstos outros grandes shows ainda em 2022, entre eles do Iron Maiden.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos