Saiba quem é a estrela do TikTok presa por publicar vídeo 'imoral' na Arábia Saudita

Uma influenciadora egípcia foi presa na Arábia Saudita sob acusação de publicar nas redes sociais vídeos sobre homossexualidade com "conotação lésbica", segundo a polícia. Tala Safwan, estrela do TikTok com quase cinco milhões de seguidores na plataforma e cerca de 800 mil no YouTube, provocou revolta nas autoridades sauditas com uma publicação recente, mas se retratou, dizendo que "não era a sua intenção".

Em suas postagens, a jovem, que adota um estilo "otimista e descontraído" para falar com o público adolescente, se utiliza de títulos chamativos e estimula discussões sobre programas de TV ou questões sugeridas pelos seguidores. Uma das principais características é falar sobre relacionamentos e situações embaraçosas.

Nascida em 2001, a "tiktoker" tem um patrimônio líquido estimado em US$ 96,5 mil com apenas 21 anos, segundo informações encontradas nas redes. O perfil no TikTok viralizou em 2021 e desde então Tala virou tendência para os adolescentes do país.

Desde 2020, Tala também produz conteúdo para o YouTube e já alcançou mais de 83 milhões de visualizações no seu canal usando do humor para falar sobre "temas jovens" e fazer coreografias, como a da música brasileira "Desenrola, bate e joga de ladinho" do grupo Os Hawaianos.

A polícia do país, extremamente conservador, alegou que vídeos da influenciadora "podem prejudicar a moralidade pública", que rebateu afirmando que o vídeo teria sido retirado do contexto e mal interpretado, negando ter induzido à homossexualidade — um assunto que ainda é um tabu na Arábia Saudita.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos