Saiba quem é quem em 'Amor de mãe': tudo sobre a novela das nove

Marcelle Carvalho
Thelma é viúva há mais de 20 anos. Vive exclusivamente para o filho, Danilo (Chay Suede), mesmo ele já sendo adulto. Ela descobre que tem um aneurisma inoperável, mas não conta para ele

Elas podem ser de classes sociais diferentes, mas estão ligadas pelo sentimento profundo da maternidade. Thelma (Adriana Esteves), Vitória (Taís Araujo) e Lurdes (Regina Casé) têm suas vidas entrelaçadas em “Amor de mãe”, que estreia amanhã, mostrando que o que pauta a vida delas são os filhos.

Tanto que Lurdes não titubeia em sair do interior do Rio Grande do Norte e seguir para a o Rio de Janeiro, após ter seu menino mais novo vendido pelo marido para uma traficante de crianças, enquanto ela dava à luz sua caçula.

Já Thelma foi capaz, há 20 anos, de entrar num incêndio para salvar seu filho, quando a casa da família pegou fogo, matando seu marido. Desde então, criou a criança de forma superprotetora. Quando é diagnosticada com um aneurisma cerebral, seu maior drama é não saber como ficará o rapaz com sua partida, já que o fez dependente dela.

No caso de Vitória, a advogada perdeu um filho aos seis meses de gestação. Hoje, tem a maternidade como meta de vida. Ela já está decidida pela adoção quando engravida após uma transa furtiva. É aí que o destino começa a aproximar as três mães protagonistas. No mesmo dia em que a advogada contrata Lurdes para ser babá de suas crianças, a nordestina conhece Thelma ao socorrê-la na rua e levá-la para o hospital. As duas se tornam confidentes.

Já a relação de Vitória e Thelma, a principio, não é boa. A advogada tenta convencê-la de vender o restaurante da família para seu cliente, um empresário, usando a doença dela como argumento para a venda. As duas discutem e, pouco tempo depois, descobrem que têm a amizade de Lurdes em comum.

— É uma novela que conta a história de três mães de classes sociais diferentes e como elas vão resolvendo as questões da maternidade. A vida delas se entrelaça, graças ao destino dos filhos — diz a autora Manuela Dias.