Samarco contabiliza 13 desaparecidos e uma morte após rompimento de barragem

MARIANA, Minas Gerais (Reuters) - A mineradora Samarco contabiliza 13 trabalhadores desaparecidos e confirma uma morte após o rompimento de uma barragem em mina da empresa em Mariana (MG) na véspera, disse nesta sexta-feira o diretor-presidente da companhia, Ricardo Vescovi, em conferência com a imprensa. Doze trabalhadores desaparecidos eram de empresas terceirizadas e outro era da Samarco, disse o executivo, explicando que a empresa realizava trabalhos de drenagem no sistema da represa antes do rompimento. (Por Stephen Eisenhammer)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos