Sampaoli lamenta derrota do Santos, mas alerta: 'o mundo analisa resultados'

Jorge Sampaoli durante Santos x Grêmio (Eduardo Carmim Photo Premium)


O Santos sofreu uma impiedosa derrota para o Grêmio na chuvosa noite deste sábado, na Vila Belmiro, por 3 a 0. Após um primeiro tempo bom, onde criou bastante oportunidades de abrir o placar, o time sucumbiu aos velozes contra-ataques do rival na etapa final e deixou o campo vaiado por alguns torcedores. O técnico Jorge Sampaoli lamentou pelo período de domínio não ter sido concretizado com gols e ponderou para a imprecisão nos 45 minutos finais que acabou atrapalhando na frente.

- Podemos analisar os 45 minutos finais ou iniciais. Santos foi muito superior no primeiro tempo. Grêmio teve um chute aos 40, no segundo tempo fez um gol de bola parada e, lamentavelmente, tivemos que nos esforçar para seguir buscando e é normal receber contra-ataques. No segundo tempo buscamos, fomos imprecisos e geramos contra-ataque para quem esperava por isso. Perdemos amplamente um jogo onde em que boa parte nos favoreceu e não concretizamos o domínio.

Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

Durante a coletiva, Sampaoli salientou as frequentes análises em cima de resultados que são feitas. Para o argentino, o estilo de jogo que lhe caracteriza não deve estar em xeque e, por isso, não mudará para as próximas partidas. Sampaoli também falou das vaias da torcida ao término do confronto.

- Nós trabalhamos para ganhar. Vou repetir, vocês analisam resultados. As pessoas, o mundo analisam resultados. Hoje nos convertem em perdedores. Temos de corrigir o que passou, melhorar as situações corrigir o que passou, nunca mudando o estilo. Se a equipe não tivesse resposta com estilo aí me preocuparia. A torcida quer somente ganhar e protestará na derrota. Por isso que não me exalto muito na vitória e não me gera incomodo porque é parte do jogo. Estamos relacionados em ganhar ou perder, vocês também. Se não ganha você vira inútil. E assim se não separamos como profissionais de verdade seríamos cúmplices na realidade que se vive cotidianamente.

O terceiro tropeço consecutivo do Santos no Campeonato Brasileiro afasta mais ainda a equipe do líder Flamengo. Agora, a distância está em oito pontos. Neste domingo, o Palmeiras pode colocar cinco de diferença caso vença o Fortaleza. Enquanto isso, o Peixe volta a campo na quinta-feira, às 20h, no Maracanã, para enfrentar o Fluminense. O Santos é o terceiro colocado com 37 pontos.